Mensagem da Direção

No dia 4 do 4 de 2004 às 4 horas da tarde, a Orquestra Os Violinhos estreava-se no Grande Auditório do CCB com um concerto inspirador e premonitório da futura Academia de Música de Lisboa, inaugurada poucos meses mais tarde.

Este concerto marcou o início da concretização de um sonho. A afirmação de um projeto pedagógico pioneiro que se traduz numa metodologia de ensino de elevados padrões de exigência, aliados a uma proximidade afetiva, eficácia e motivação.

Em menos de dez anos, a Academia de Música de Lisboa tornou-se na maior e mais premiada escola de violino do país, com resultados consensualmente reconhecidos entre os seus pares.

A Academia afirma-se ainda como uma instituição de enorme relevância cultural contribuindo com uma geração de novos músicos que todos os anos abraçam esta arte para o seu futuro profissional.

Este projeto resulta do empreendedorismo e voluntarismo de todos os que nele participam e colaboram, sem os quais nada teria sido possível. A alegria, entrega e dedicação de alunos, pais, professores e colaboradores trazem, diariamente, uma nova vida e um novo fôlego a este sonho tornado realidade.

É por isso que a nossa maior riqueza reside no património humano construído ao longo destes anos. Os laços criados e as experiências partilhadas valorizam todos aqueles que são tocados por este projeto.

Na Academia de Música de Lisboa, o todo é mesmo maior que a soma das partes.

“Aquilo que dás é teu para sempre”.

Filipa Poêjo

Presidente da Direcção da Acordarte